Tratamento e

alívio da dor

Medicina da dor

Dor é um sinal de que algo não está bem e, também, é o sintoma
mais comum e mais relatado por pacientes.

Medicina da Dor se volta para investigar dores persistentes, as quais já não respondem a analgésicos simples ou a alguns de manejo mais complexo para as demais especialidades médicas.

Algumas enfermidades, como a osteoartrite nos joelhos, pelve, coluna, fibromialgia, assim como a dor pélvica crônica, além das dores por doenças como herpes zóster ou câncer, caso não recebam tratamento, levam à piora da qualidade de vida, acarretando problemas como distúrbios de ansiedade e depressivos.

Nosso objetivo é tratar a dor, alcançando o melhor resultado possível, seja por meio de medicamentos ou procedimentos, além de orientação para terapias não medicamentosas.

Por que procurar
um médico de dor?

Dor esta quase sempre presente no quadro de várias doenças. Contudo, a dor pode ser a própria doença ou o personagem principal dela, como nos quadros de desgaste articular de diversas localizações, nos de fibromialgia, em que há uma dor generalizada, nos de dor lombar com ou sem acometimento de raízes nervosas, como a do nervo ciático.

No dia-a-dia, podemos ter lesões musculoesqueléticas, sejamos esportistas ou não, que precisam de um tratamento ou medicamentoso ou até mesmo algum procedimento que auxilie para uma rápida recuperação. Como exemplos de doenças, temos as tendinites, lesões de ombro, joelho e de alguns outros tendões.

Além dessas doenças bastante prevalentes, temos que citar o câncer. A dor oncológica possui vários componentes e uma avaliação adequada do paciente como um todo se torna essencial. O paciente oncológico pode possuir dor devido à própria doença ou pelos procedimentos cirúrgicos dos quais possa necessitar.

E nas cirurgias? A dor deve ser bem controlada em todo o período perioperatório, mas alguns tipos de cirurgia tendem a ter a dor cronificada, necessitando de acompanhamento após, como em cirurgias de mama, amputação de membros, cirurgias de coluna, prótese de joelho, cirurgias torácicas.

Um médico de dor torna-se essencial para avaliação, a fim de se obter um diagnóstico correto e de se prescrever o tratamento certo, além de acompanhar o paciente pelo tempo que for necessário.

como
tratar
a dor?

O tratamento da dor deve ser multidisciplinar. O médico de dor orientará prescrições de medicamentos, solicitação de exames, se necessário, além de solicitar acompanhamento de demais profissionais.

Além do tratamento medicamentoso, o médico de dor realiza procedimentos intervencionistas. Mas o que seria isso? São procedimentos que auxiliam no tratamento da dor e podem ter resultados mais duradouros. Entre esses, estão os bloqueios de nervos periféricos guiados por ultrassonografia ou radioscopia, infiltração de articulações, procedimentos por radiofrequência, terapia por ondas de choque, além de técnicas de agulhamento.

A equipe multidisciplinar tem papel importantíssimo, o trabalho conjunto com o fisioterapeuta é de grande valor durante a reabilitação dos pacientes. A equipe de psicologia tem um forte impacto no tratamento, assim como acompanhamento em alguns casos de um médico psiquiatra. Além disso, há a acupuntura, cuja evidência existe várias doenças que cursam com dor crônica, podendo haver grandes benefícios numa terapia conjunta com medicações.

Dr. Olympio
de Hollanda
Chacon Neto

atuação

Médico anestesiologista do Instituto de Câncer do Estado de São Paulo (ICESP)

Médico anestesiologista do Grupo de Anestesia Materno Infantil (GAMI)/Pro Matre Paulista

pós-graduação

Prática profissionalizante em fisiopatologia da Dor pela Universidade de São Paulo.

títulos

Especialista em Anestesiologia pela Sociedade Brasileira de Anestesiologia (SBA)

Superior em Anestesiologia pela SBA

Área de atuação em Dor pela Sociedade Brasileira para Estudo o da Dor (SBED)/AMB

graduação

Médico pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE).

membro

Sociedade Brasileira para o Estudo da Dor (SBED)

Sociedade Brasileira de Anestesiologia (SBA)

American Society of Anesthesiologists (ASA)

residência

Anestesiologia pelo Hospital das Clínicas da Universidade de São Paulo.

CRM SP 165082
ANESTESIOLOGISTA RQE 66679
DOR RQE 66679-1

agende sua consulta
pelo doctoralia

Olympio Chacon - Doctoralia.com.br

conheça meu canal

matérias recentes

Dor

Tratamento de Dor em Gestantes – Parte 2

Nesta segunda parte, vamos falar das demais classes de medicações, os opioides, os anticonvulsivantes e os antidepressivos. Alguns tipos de dores mais moderadas e intensas…
Dor

Tratamento de Dor em Gestantes – Parte 1

O tratamento de dor na paciente gestante é sempre um desafio, já que qualquer medicação administrada terá alguma absorção pela corrente sanguínea fetal, podendo ocorrer…
Dor

Dor pós-operatória

Você já precisou se submeter a algum procedimento cirúrgico e ficou receoso por causa da anestesia, da cirurgia e da dor que talvez sinta depois?…

fale comigo

11 2649.1068

Rua Vergueiro, 2253, sala 110
Vila Mariana, São Paulo